quarta-feira, 9 de dezembro de 2009

Morre o mestre Alborghetti.

"Luis Carlos Alborghetti, o “Cadeia”, repórter policial, homem de rádio, televisão, showman, morreu há pouco, segundo informação do seu amigo Gilberto Ribeiro na Rádio Difusora. Alborghetti lutava há tempos contra um câncer que afastou-o do seu imenso público. Era o tipo de artista amado ou odiado. Mas fez escola. Um de seus pupilos, Carlos Massa, o Ratinho, hoje é uma estrela nacional. Alborghetti era desbocado, xingava, ameaçava, fazia o papel de destemido, brandia o porrete, quebrava mesa, deitava em cima dela, se descabelava e seguia em frente. Isso, diante das câmeras. Fora, era tão tímido que andava pelos corredores dos shoppings olhando para o chão e para as vitrines, como se não quisesse ser abordado por - talvez - não saber o que falar. E quem poderia ficar indiferente ao “Cadeia” na telinha? Ninguém, porque ele, no fundo, era um pouco de todos nós, aquela parte que tem necessidade de gritar, de brandir o porrete contra os desmandos do mundo."

Fonte: Jornale Curitiba.

"Luiz Carlos Alborghetti morreu em sua casa nesta quarta, 9, vítima de um câncer de pulmão. O apresentador de 63 anos recebeu o diagnóstico há dez meses e, desde então, lutava contra a doença.

O velório de Alborghetti acontece a partir do fim da tarde, na Assembleia Legislativa de Curitiba. O horário ainda não foi confirmado."

Fonte: Abril.

Fica nossa homenagem!! Nunca esqueceremos de suas lições!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...